UNAIDS realiza encontro para falar sobre o combate ao HIV/Aids e discriminação no Brasil

0
479

O UNAIDS, programa das Nações Unidas para o HIV/Aids, realizou na última terça-feira, 30 de maio, às 19h, no Centro Brasileiro Britânico, um encontro com youtubers, influenciadores e ativistas para discutir temas transversais como a epidemia de HIV/Aids no Brasil, o debate entre grupos chaves e o combate à discriminação.

O evento contou com a participação de Wasin Mir, ministro conselheiro da embaixada do Reino Unido, Georgiana Braga, diretora do UNAIDS no Brasil, Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres no Brasil, professor Dr. Conrado Hubner da faculdade de Direito da Universidade de São Paulo e a professora Drª. Jaqueline Gomes de Jesus, do Instituto Federal do Rio de Janeiro. Jaqueline é ativista LGBT e a primeira mulher negra e transexual a receber a medalha Chiquinha Gonzaga, honraria concedida pela Câmara do Rio de Janeiro, numa premiação inédita.

IMG_20170530_200846241

A cantora Wanessa Camargo, embaixadora de boa vontade do UNAIDS também participou do encontro com a jornalista Glória Maria intermediadora da rodada de conversas e que foi igualmente condecorada embaixadora de boa vontade do programa das Nações Unidas. Durante o evento, foi divulgada a campanha “E Se Fosse Com Você”, iniciativa do UNAIDS pelo respeito e pelo fim da discriminação. O projeto também tem o apoio do ator Mateus Solano, que enviou um vídeo aos participantes do evento.

IMG-20170530-WA0007

O Grupo Cobram, idealizador da Caravana Siga Bem, tem se aproximado do UNAIDS buscando estabelecer parcerias na construção de iniciativas conjuntas e direcionadas ao público caminhoneiro. Em 2016, através de um convênio firmado com a ONUBR a Caravana Siga Bem promoveu Brasil a fora os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e suas metas a mais de 100 cidades de 22 estados e o Distrito Federal, a partir de uma ação que aconteceu entre agosto de 2016 e maio de 2017, visitando postos de combustíveis de todas essas localidades. Entre as iniciativas realizadas, está a promoção do ODS 3, que tem seu foco principal na saúde da população e possui metas de combate às doenças sexualmente transmissíveis como o HIV/Aids, hepatite, sífilis, entre outras.

Em parceria com diversas secretarias municipais de saúde, universidades e escolas técnicas a Caravana Siga Bem atendeu, em sua última edição, 6.311 mil caminhoneiros em sua carreta da saúde. Do total 1.952 testes rápidos de HIV/Aids foram realizados, além da distribuição de milhares de preservativos e folhetos explicativos sobre os 17 ODS, alavancando bons resultados na promoção da agenda no País.

CSB-Chaves-23ago16-(15)

O direito à saúde se insere no rol dos direitos sociais constitucionalmente garantidos e também foi largamente debatido através da peça teatral “Ó xente! E o direitos da gente?” O espetáculo encenado pelos caminhoneiros e caravaneiros do projeto buscou promover o direito à saúde da população como também da própria garantia do direito à vida e o combate as diversas formas de discriminação. Para a Caravana Siga Bem esses números revelam o enorme desafio que temos no campo da saúde do caminhoneiro, tanto em seu aspecto preventivo como no combate a doenças sexualmente transmissíveis e não transmissíveis.

Phablo Gouvêa, sociólogo e coordenador de responsabilidade social do Grupo Cobram.

DEIXE UM COMENTÁRIO